Páginas

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Futuro Incerto





Quando o futuro torna-se incerto
E os pressentimentos depressivos,
Cheiram a incensos obscuros
De lugares que não sei se quero estar.

Ser das sombras que caminha
Em um lugar dentro de nós
Que lutamos constantemente
Contra, desviando o pensamento.

O pior de todos os sentimentos
É não ter sentimento nenhum
Pois não quero acordar mais um dia
E caminhar com a alma deserta.
J Mario Cavalcante