Páginas

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Noites de domingo



Fecho os olhos
Para enxergar 
O que os olhos
fingem não perceber.

Na cabeça
As recordações
São tudo que tenho
Nesses dias frívolos.

Angustia no coração
É o único sentimento
Que perdura às noites
De domingo como esta.

Nem se estivesse ébrio
Acalentaria tal sensação
De vazio que permeia
Minha alma melancólica.
J Mario Cavalcante