Páginas

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Acho Que Já Posso Te Chamar De Meu Amor

Enquanto observo o lento desenrolar
Da minha solidão quando estou longe de você
Sou guiado por um arremedo de coração
Que nunca sabe o que dizer

Me envergonho todas as vezes que tento ser profundo
E com um ar de seriedade finjo não me importar
E morro de saudades todas as vezes que penso em você
E tudo isso serve pra descobrir que também me apaixono.

J Mario Cavalcante