Páginas

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

NA CLAREZA DO TEMPO



Versos rasgados numa paixão psicodélica
Palavras largadas numa paixão desperdiçada
Cabem na clareza de um fim inesperado.
Dor desperdiçada numa paixão utópica
Saudade desorientada numa paixão ultrapassada
Cabem na clareza de um momento transpassado.


J. Mário Cavalcante