Páginas

domingo, 10 de janeiro de 2016

QUALQUER DIA DESSES



Voarei para o sul,
Mas não pelo verão
Vou tratar do coração
Tentar outro tom de azul.

Nadarei contra a correnteza,
Mas não para reproduzir
Talvez queira só sumir
Ou livrar-me da tristeza.

Cortarei minhas asas,
Sairei dessas aguas
Não vou mais voar

Nem nadar
Resolvi caminhar
Experimentar novas vidas.

J. Mário Cavalcante