Páginas

segunda-feira, 25 de julho de 2016

TENHO ANDADO DISTRAÍDO



Distraio-me com o que não importa
Esqueço de agradecer o que importa
Como o sorriso que estampa meu rosto
E você nem sabe que me deu.

Distraio-me com o que não tenho
Esqueço de agradecer o que tenho
Como a lembrança que estampa minha mente
E você nem sabe que me deu.

Distraio-me com o que não sinto
Esqueço de agradecer o que sinto
Como o sorriso que brota dos meus olhos
E você nem sabe que me deu.

Distraio-me com o que me convém
Esqueço de agradecer o que não convém
Como a lembrança do que me surpreende
E você nem sabe que me deu.

J. Mário Cavalcante