Páginas

quarta-feira, 6 de julho de 2016

VOCÊ LEMBRA DESSE SORRISO?



Quando te traz um sorriso de canto de boca
O que antes te rasgava em dor no teu peito,
Passado deixou de ser necessidade
Coloquei na prateleira das lembranças
Que estava com mais espaço.

A necessidade deixou de ser correntes
Passou a ser esperança de um sorriso inseguro
Fitando o chão,
Ah!! Fascinante
Quis te dar a segurança que você pedia
Suprir a falta que você sentia.

Quero entrar no caos destes mundos opostos
E te dar um último romance que se perpetue
Intimamente, distante dos fantasmas passados.

J. Mário Cavalcante