Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

PARADOXO UNILATERAL



Quando torna-se ausente
E não sente falta,
Uma hora na minha mente
Deixa de fazer falta.

As vezes demora pra passar
Manifesta-se em dor,
Um dia deixo de venerar
Seu espectro de dor.

Quando torno-me ausente
E não sinto falta,
Uma hora na sua mente
Talvez faça falta.

As vezes nem demora pra passar
Nem manifeste dor,
Um dia há de lembrar
Um possível amor.

J. Mário Cavalcante